Investimento de R$ 10 milhões será destinado a Chapada dos Veadeiros em 2018

Um repasse de R$ 10 milhões será destinado ao Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros, que será depositado em um fundo privado em 2018. Esse investimento é para auxiliar nos mecanismos de Compensação Ambiental que irá determinar as regras junto a aplicação de valores para mais contratações de brigadas. A divulgação do valor do repasse que será destinado ao parque no ano que vem, foi realizado por Sarney Filho, atual ministro do Meio Ambiente, no dia 20 de dezembro deste ano.

“Nós quadruplicamos o tamanho do parque e precisamos mostrar serviço, já que há suspeitas de que os incêndios que atingiram a Chapada neste ano foram criminosos. Então, precisamos dizer que a presença do Estado brasileiro naquela região é efetiva e começar a trabalhar, melhorar e aperfeiçoar o espaço”, explicou o ministro.

Conforme essa medida possibilita o aporte a curto prazo de recursos realizados em fundos privados, cabe agora ao ICMBio – Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade – como irá ser selecionado a instituição financeira para a criação, administração e execução dos recursos deste fundo privado. Um número próximo a 45% das UCs – unidades de conservação – federais poderão ser contemplados nos vários biomas brasileiros.

Uma expectativa de repasse na casa dos R$ 1,4 bilhão foi projetada, sendo que desse valor, R$ 140 milhões já está confirmado. A Chapada dos Veadeiros deverá ser a pioneira na contemplação deste valor. O parque será a primeira UC a receber o repasse e terá sua área expandida ainda mais. Este ano, o parque alcançou 240 mil hectares, quatro vezes maior em comparação com a área original, após ser ampliado com 175 mil hectares a mais.

Segundo Ricardo Soavinski, presidente do ICMBio, as decisões tomadas irão destravar recursos já previstos, mas que estavam impossibilitados de serem implantados junto às UCs. “Eles vão garantir soluções estruturantes e ganhos de escala na gestão das unidades de conservação federais. No caso da Chapada dos Veadeiros, considerando sua ampliação, temos que acelerar e investir para proteger bem a nova área, pagar as terras privadas e também abrir ao uso público, à visitação”, explicou.

 

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *