Cielo registra recuo de 0,7% nas vendas no varejo em março de 2019

A Cielo informou no dia 15 de abril de 2019 que as vendas realizadas no varejo brasileiro apresentaram um recuo de 0,7% no mês de março, quando comparado com o mesmo mês em 2018. Descontando a inflação, esse é o pior resultado registrado em meses, é o que informa o ICVA (Índice Cielo do Varejo Ampliado). O indicador da Cielo acompanha cerca de 1,4 milhão de estabelecimentos que atuam com vendas credenciadas à empresa Cielo.

Considerando os termos nominais, que é a receita de vendas que realmente é observada pelos varejistas, o registro do indicador da Cielo apontou uma alta de 4% entre a comparação de março de 2019 com o mesmo mês no ano passado.

Segundo a empresa de pagamentos brasileira, o mês de março deste ano obteve um impacto negativo por causa do calendário. De acordo com as informações divulgadas pela Cielo, o Carnaval resultou nesse impacto negativo em março, pois no ano passado o Carnaval ocorreu em fevereiro, por isso não foi possível fazer uma comparação objetiva, considerando as variações ocorridas entre esses meses.

Mesmo sendo um resultado bastante expressivo, o diretor de Inteligência da empresa Cielo, Gabriel Mariotto, informou sobre os dados divulgados: “O mês de março chama a atenção por causa do resultado, no entanto, ele não é tão negativo quanto parece. Em março, o grande destaque foi o Carnaval, que acabou jogando as vendas do varejo para baixo dentro da comparação entre o mesmo período no ano passado. Além disso, a inflação mais acelerada em março também impactou nesse resultado negativo”.

Em termos simples, o mês de março só foi comprometido por esses dois fatores que coincidiram com o período de apuração. Se o Carnaval tivesse ocorrido em fevereiro, por exemplo, esse resultado teria sido menos expressivo. No entanto, a inflação é um dos indicadores econômicos que mais tem impacto sobre as vendas no varejo em todo o país.

Para concluir, Mariotto ainda disse sobre as notícias divulgadas pela Cielo: “Mesmo desconsiderando o Carnaval e a inflação durante o período, o mês de março apresentou um resultado mais fraco entre a comparação de 2018 e 2019 para o mesmo período”.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *